• Redator Ibx

Matriz BCG

Você sabia que todo produto que é colocado no mercado tem um Ciclo de Vida? Isso quer dizer que cada um deles passa por quatro fases: introdução, crescimento, maturidade e declínio. Porém, na maioria dos casos, as empresas querem lançar apenas produtos que se insiram imediatamente no mercado, e é exatamente isso que as impede de se tornarem grandes líderes.

A Matriz BCG se baseia no ciclo de vida de cada produto e, através dela, é possível analisar quais deles tem bom desempenho e devem ser mantidos no mercado e quais não estão gerando os resultados esperados, exigindo outras providências. A ferramenta foi desenvolvida na década de 70 por Bruce Henderson para a Boston Consulting Group (BCG), se trata de uma análise gráfica: um plano cartesiano com quatro quadrantes, no qual o eixo Y indica a taxa de crescimento, enquanto o eixo X mostra a participação relativa do produto no mercado.

Ao contrário do que muitos pensam fazer uma Matriz BCG é bastante simples. O primeiro passo é conhecer bem seus produtos, analisar suas participações no mercado e, então, posicioná-los de forma condizente na matriz, em quatro quadrantes:

· Ponto de interrogação:

Aqui devem ser colocados os produtos que exigem grandes investimentos, mas ainda tem baixo retorno, estão 'em questionamento'. Isso acontece muitas vezes com produtos em fase de lançamento, os quais ainda não fornecem uma base sólida para dados e não são muito conhecidos pelo público. Estes produtos, se bem tratados pela empresa, tem potencial para serem "estrelas", mas também correm o risco de se tornarem "abacaxis".

· Estrela:

Como o próprio nome sugere, estes produtos são líderes no mercado e mantém um ritmo bom de crescimento. Porém, as "estrelas" exigem grandes investimentos para manterem suas performances e continuarem brilhando.

· Vaca Leiteira:

Assim como as estrelas, as "vacas leiteiras" também geram uma alta receita, porém esta vem de forma mais orgânica, sem um alto custo para incentivar as vendas. É como se fossem capazes de se autopromover, já se encontram bem estabelecidos em mercados e são a base das empresas. É um sucesso ver seu produto "estrela" se tornando uma "vaca leiteira", pois este é o quadrante mais almejado da matriz.

· Abacaxi:

Estes produtos estão longe do sucesso e devem ser evitados ao máximo pelas empresas. Estão posicionados em mercados já maduros, mas tem baixa participação e nenhum crescimento aparente. Se o plano para recuperar sua força requerer um investimento muito alto, talvez a saída mais fácil seja o cancelamento da linha.

Depois de desenhar o gráfico e tiver posicionado cada um de seus produtos, é hora de traçar estratégias mais viáveis para cada um deles. As "vacas leiteiras" devem ser mantidas, talvez seja melhor cancelar os “abacaxis”. Mas, nunca é bom se precipitar nas análises. Por exemplo, os "pontos de interrogação" geralmente são produtos no início de suas vidas úteis. Logo, mesmo podendo ter uma alta taxa de crescimento, ainda não geram lucro, mas com o tempo podem vir a gerar. Portanto, o ideal neste caso é estabelecer um prazo e ver o que acontece. Neste período é bom investir nestes, para que os "abacaxis" sejam evitados.

É sempre bom lembrar que a manutenção nunca acaba, nem mesmo para as "vacas leiteiras". É necessário sempre evidenciar seus diferenciais para não entrar em declínio ou perder para a concorrência.

A principal desvantagem dessa metodologia é que ela considera apenas a participação no mercado como fator de sucesso ou fracasso do produto, não levando em conta o quão dinâmico um mercado pode ser. É comum a inversão de papéis conforme o tempo passa e as preferências do consumidor mudam.

Mas, ainda assim, a Matriz BCG é uma ferramenta muito útil e pertinente, que aponta fatores importantíssimos no desenvolvimento do Ciclo de Vida de cada produto, e é usada em muitos cases de sucesso. Ela pode facilitar muito suas tomadas de decisões.

Ana Luísa Urbano Consultora de Projetos

Ibmex - Consultoria Empresarial Jr

Contato:

Tel: (31) 4101-1121 &

(31) 9 8654-0274

comercial@ibmex.com.br

Endereço:

Av. Carandaí, 863, 2º andar - Bairro Funcionários, Belo Horizonte, MG 30130-060

Redes Sociais:

  • LinkedIn - círculo cinza
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo