Ibmex - Consultoria Empresarial Jr

Contato:

Tel: (31) 4101-1121 &

(31) 9 9603 - 6644

comercial@ibmex.com.br

Endereço:

Av. Carandaí, 863, 2º andar - Bairro Funcionários, Belo Horizonte, MG 30130-060

Redes Sociais:

  • LinkedIn - círculo cinza
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo

Você sabe como aplicar o mapeamento de processos à sua empresa?

Atualizado: 29 de Jan de 2019

Frequentemente as organizações se deparam com problemas como retrabalho, ineficiência, tarefas não bem estruturadas e falta de controle de seus processos. Tais impasses, apesar de muitas vezes se mostrarem como pequenos e facilmente solucionáveis, acabam afetando a eficiência produtiva da empresa, gerando perda de tempo e dinheiro.




Cabe ao administrador buscar soluções eficazes que irão gerar resultados positivos. Para isso, uma boa alternativa pode ser o mapeamento de processos, o qual se baseia na representação de forma clara e objetiva de todos os procedimentos que compõem o funcionamento de uma empresa, permitindo um melhor controle e visualização de cada tarefa. A representação desses processos é feita através de organogramas, buscando detalhar ao máximo cada passo da tarefa analisada.


Mas quais são as etapas de um mapeamento de processos?


1. Planejamento

Consiste na definição de como e quais processos serão analisados, além de como será realizada a coleta dos dados necessários para o mapeamento, podendo ser a partir da análise de documentos disponibilizados pela empresa ou através de relatos advindos dos envolvidos com as tarefas. Essa etapa revela a importância do envolvimento do cliente com o projeto, tendo em vista que quanto maior o volume de informações fornecidas acerca dos processos, mais assertivo será o mapeamento.


2. Mapeamento

Essa é a etapa principal. A partir dos dados coletados é feita a descrição detalhada de cada tarefa existente no processo produtivo da empresa. O mapeamento fornece um panorama da realidade organizacional, para que então seja realizada uma análise mais aprofundada, apontando quais os pontos fortes e fracos dos processos existentes.


3. Agenda de melhorias

Nessa etapa é feita a análise do mapeamento realizado, avaliando o funcionamento e a eficácia dos processos. Assim, são identificadas as possíveis falhas existentes e são consideradas as melhorias que podem ser realizadas, visando otimizar o funcionamento da cadeia operacional.


Apresentadas as etapas de um mapeamento de processos e como realizá-lo, ainda podem existir dúvidas acerca dos benefícios dessa ferramenta para sua organização. Com isso, listamos alguns dos resultados positivos provenientes de tal ação, sendo eles:


  • Eliminar o retrabalho e tarefas de baixo valor agregado;

  • Identificar as falhas produtivas;

  • Definir os responsáveis por cada etapa e processo;

  • Gerar uma visão clara acerca de tudo que ocorre dentro da organização;

  • Definir padrões de procedimentos operacionais, facilitando sua execução;

  • Estimar os recursos e o tempo necessário para o desempenho de cada tarefa.

Por fim, é possível perceber a importância do mapeamento para que a empresa obtenha controle e eficiência dos processos existentes em sua cadeia produtiva, sendo a técnica ideal para o amadurecimento do negócio. Quando as falhas da sua empresa são reduzidas, ela se torna mais competitiva e melhor conceituada diante de seus clientes.


Precisa de um mapeamento de processos para a sua organização?

Clique aqui e veja como a Ibmex pode te ajudar!


Victória Carvalho

Gerente de Projetos da Ibmex