• Redator Ibx

Como usar as 5 forças de Porter para melhorar seu negócio

Atualizado: 1 de Mar de 2019


Criada por Michael Porter, professor da Harvard Business School, as forças auxiliam na elaboração de uma análise competitiva. Com base nessa ferramenta é possível determinar o posicionamento que a sua empresa ocupa em seu respectivo mercado.



Entender o nicho em que se está inserido é fundamental para elaborar estratégias para a sobrevivência e desenvolvimento do seu negócio. É essencial para essa compreensão que seja feita uma análise de concorrentes completa e valer-se dos métodos reconhecidos que agreguem valor a fim de melhorar os processos e aumentar a produtividade do empreendimento. Dessa maneira, um mecanismo capaz de proporcionar os resultados desejados são as 5 forças de Porter, apresentadas a seguir:


Rivalidade entre concorrentes


Essa primeira força ilustra qual é o grau de competitividade que existe entre os concorrentes. Em todo mercado existe algum tipo de instabilidade e, em alguns casos, a disputa não se mostra com grande intensidade, o que pode indicar uma baixa demanda. Em contrapartida, outros mercados estão saturados, os quais a quantidade de players é elevada em relação ao número de clientes, e nesse caso, obter uma vantagem competitiva em relação aos concorrentes pode determinar a sobrevivência da empresa.

Em um segmento atrativo e em crescimento existe a tendência do surgimento de diversos competidores, o que acarretaria no aumento da rivalidade no mercado. Se a competição for alta, os concorrentes presentes nesse nicho estarão na busca para obter lucros maiores e expandir sua gama de clientes.


Poder de barganha dos fornecedores

Essa força tem por finalidade indicar o quanto sua posição no mercado depende do seu fornecedor de matéria-prima. Quando o fornecimento de material é monopolizado ou com poucos fornecedores atuantes, o controle da contratante é menor, tendo em vista a facilidade com que aqueles terão em elevar seus preços dificultando a melhora de suas condições de negociação.

Entretanto, o contrário também é válido quando existem muitos fornecedores, pois a competitividade aumenta, e, por conta disso, o contratante terá um maior poder de barganha, fazendo com que seja mais fácil adquirir produtos com valores mais acessíveis.


Poder de barganha dos clientes

Com uma relação muito próxima a força aqui citada, o poder de negociação dos clientes pode crescer ou diminuir de acordo com o nível de competitividade no mercado, o que determinará o nível de seu domínio durante a venda.


Esse parâmetro relaciona o poder de decisão dos compradores sobre os tributos de um determinado produto ou serviço, principalmente em relação ao preço.


Assim, a autoridade dos clientes se eleva em relação ao valor individual que esse despende, representando grande parte do faturamento da companhia. Porém, quando existe uma escassez de empresas capazes de produzir o que a demanda necessita, os empreendimentos se beneficiam e obtêm o controle da negociação, ou seja, essa força gira em torno da lei de oferta e procura.


Ameaça de novos concorrentes

O segmento de mercado em que seu negócio se encontra determinará a dificuldade para a entrada de novos players no ramo. Assim, é necessário observar as ações dos concorrentes, pois essa ameaça depende das barreiras existentes, além do poder de reação das companhias já presentes no nicho em questão.


Ameaça de novos produtos ou serviços

Os principais fatores a serem analisados nessa força são a quantidade de concorrentes, a diversidade dos mesmos e a publicidade que utilizam, visto que é de suma importância entender quais os pontos fortes das empresas que vendem produtos similares ou que participam do mesmo nicho de mercado.


Trata-se de analisar aqueles que não oferecem serviços ou produtos idênticos, mas que esses atendam às mesmas necessidades do seu negócio.



Aplicação das forças


Existem 3 estratégias que podem ser aplicadas em qualquer empreendimento para analisar os resultados encontrados após o estudo realizado. Essas estratégias são:


1) Liderança de custo

A empresa deverá buscar a produção ao menor custo possível, e em consequência praticar os menores preços do mercado e aumentar o volume de suas vendas.


2) Diferenciação

O negócio busca a exclusividade em alguma característica do produto que seja mais valorizada pelos clientes.


3) Foco

É necessário conhecimento sobre o mercado e todas as suas variáveis para concentrar-se nos segmentos mais assertivos e aumentar as vendas, diminuindo o impacto em qualquer uma das forças. A empresa deverá buscar esse método caso não consiga utilizar-se dos anteriores.


Ficou alguma dúvida sobre como aplicar essa metodologia no dia-a-dia do seu negócio? Não deixe de comentar. Entre em contato conosco para mais esclarecimentos!


Pedro Garcia

Gerente de Projetos



Ibmex - Consultoria Empresarial Jr

Contato:

Tel: (31) 4101-1121 &

(31) 9 8654-0274

comercial@ibmex.com.br

Endereço:

Av. Carandaí, 863, 2º andar - Bairro Funcionários, Belo Horizonte, MG 30130-060

Redes Sociais:

  • LinkedIn - círculo cinza
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo