• Redator Ibx

Análise ambiental: O primeiro passo para o crescimento do seu negócio

Atualizado: há 6 dias

Os ambientes em que as organizações estão inseridas mudam constantemente e, por isso, carregam muitas incertezas. Você, que quer abrir o negócio dos seus sonhos, ou busca planejar o futuro da sua empresa para ter um salto de crescimento, já parou pra pensar em como as variações ambientais podem definir cada aspecto da sua firma?



O que é uma análise ambiental?


A análise ambiental é o estudo das características dos ambientes, como elas se relacionam e seus impactos sobre a empresa.

Normalmente é realizada quando se faz um plano de negócios ou um planejamento estratégico, de modo a traçar os próximos passos desses modelos de gestão (que são de grande importância para organizar o futuro da sua empresa).


Micro e macroambiente


O ambiente pode ser separado em dois grupos: micro e macro.

  • Microambiente:

Conhecido também como ambiente interno, engloba todos os agentes (stakeholders externos) que impactam diretamente a empresa, e sobre os quais você pode exercer um certo controle. Dentre eles estão:


- Concorrentes: Todas as empresas que atuam no mesmo ramo de atividade da sua. Eles podem ser concorrentes diretos, que oferecem produtos ou serviços idênticos aos da sua empresa; ou concorrentes indiretos, aqueles que oferecem produtos ou serviços similares, que de alguma forma podem substituir o que o seu negócio oferece.

- Clientes: O público para quem você oferece seu produto ou serviço.

- Fornecedores: São as firmas que atuam em parceria com a sua, provendo os recursos (materiais, humanos ou financeiros) para serem utilizados na sua produção ou prestação de serviços.


  • Macroambiente:

Também chamado de ambiente externo, se refere às variáveis que influenciam as empresas de maneira geral, ou seja, todos os fatores sobre os quais você não possui nenhum controle, mas que afetam direta ou indiretamente o seu negócio. Dentre essas, podemos citar:


- Variáveis políticas: Qualquer definição política a nível federal, estadual ou municipal, que impacta as organizações como um todo. Por exemplo, eleições, corrupção, relações internacionais.

- Variáveis econômicas: Tudo que determina o crescimento ou retração econômica de um país, como a inflação, a taxa de juros e o PIB.

- Variáveis socioculturais: Os aspectos sociais e culturais que influenciam no modo de agir e pensar de um povo. São considerados: população, raça, sexo, idade, costumes, entre outros fatores demográficos e comportamentais.


Metodologias e ferramentas


Para qualquer tipo de análise ambiental, normalmente são feitas várias pesquisas sobre os agentes e variáveis que constituem parte do ambiente em questão.

No entanto, de modo que essas pesquisas sejam conduzidas da maneira mais objetiva possível, existem inúmeras metodologias e ferramentas de análise, tanto para o micro, quanto para o macroambiente, muito utilizadas por grandes empresas. Neste artigo, citarei algumas das mais importantes.


- Mapa de percepção/posicionamento:


De forma a organizar e entender melhor a força de seus concorrentes, essa ferramenta usada para analisar o microambiente consiste na montagem de um gráfico que indica os dois aspectos considerados mais importantes para avaliar a qualidade de uma empresa.

Esses aspectos são identificados após uma pesquisa feita com os potenciais clientes das organizações atuantes no ramo.

Desse modo, você pode visualizar a maneira como sua empresa ou ideia é percebida pelos clientes e as organizações que servem como modelo de atuação.



- PESTEL:


Essa metodologia de análise macroambiental é utilizada para identificar as variáveis que terão maior impacto sobre o seu negócio.

A sigla PESTEL se refere aos principais elementos do ambiente externo, que são as variáveis: Políticas, Econômicas, Socioculturais, Tecnológicas, Ecológicas (ambientais) e Legais.

Leia mais sobre análise PESTEL aqui.


- Análise SWOT:


Normalmente realizada após uma análise ambiental, a SWOT esquematiza os resultados obtidos dividindo-os em oportunidades e ameaças (vindas do ambiente externo), forças e fraquezas (relacionadas ao ambiente interno).

A sigla SWOT está relacionada aos termos: Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threaths (Ameaças).


Você sabe identificar as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças a sua empresa? Através da reunião de análise é possível descobrir as principais dores da sua empresa e onde atuar para solucionar estes problemas!


Leia mais sobre análise SWOT aqui.


  • Vale a pena fazer uma análise ambiental para o meu negócio?

Portanto, agora você pode perceber como o meio em que sua empresa se encontra interfere (e muito) nas suas ações e no seu planejamento.

Assim, é muito importante que qualquer pessoa que deseja colocar sua ideia em prática ou alavancar o seu negócio realize essa análise, para que possa reduzir as incertezas de suas decisões, já que, a qualquer momento, uma política econômica pode te dar uma grande oportunidade, ou sua relação com os fornecedores pode enfraquecer sua empresa.


Lembre-se sempre: "O ambiente é o seu maior acionista."


Matheus Mafra

Consultor de Projetos Ibmex


Ibmex - Consultoria Empresarial Jr

Contato:

Tel: (31) 4101-1121 &

(31) 9 8654-0274

comercial@ibmex.com.br

Endereço:

Av. Carandaí, 863, 2º andar - Bairro Funcionários, Belo Horizonte, MG 30130-060

Redes Sociais:

  • LinkedIn - círculo cinza
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo